Campanha espalha outdoors com falas racistas próximo a casa dos autores

outdoor comentários racistas nas redes sociais

Vivemos uma constante guerra interna contra um mal que muitas vezes se faz passar despercebido: o racismo. Inseridos em uma cultura racista, muitas vezes, por ignorância, não nos damos conta de como podemos ser agressivos e desrespeitosos. Mas também há aqueles que fazem questão de mostrar que são racistas e não estão nem aí para isso, pelo contrário, se divertem.

Foi pensando nisso tudo que a ONG Criola lançou a campanha “Racismo virtual, as consequências são reais“, que espalhou por outdoors em Porto Alegre, Recife e Rio, falas racistas ditas na internet, próximo ao local onde foram publicadas. O rastreio da localização dos autores foi possível graças a ferramenta GeoTag.

Na grande mídia, temos a prova de que o racismo não escolhe a vítima. Recentemente, Maria Júlia Coutinho, a Maju, e Taís Araújo foram vítimas de racismo nas redes sociais. Ambas denunciaram e tornaram os casos públicos.

Confira um registro da campanha e a reação das pessoas:

Para saber mais sobre a campanha, clique aqui.