Essa porca é pintora e seus quadros valem até R$ 4 mil

A história que você vai conhecer agora é bastante curiosa. Uma porquinha foi resgatada aos 4 meses de um abatedouro. Até aí, uma bonita história… porém, nada demais. No entanto, com o tempo de convivência, Joanne Lefson percebeu que a porquinha manifestava interesse no mundo das artes. O interesse começou com os lápis, “era a única coisa que ela não comia”, segundo Lefson.

pigcasso-porquinha

Joanne, que é ativista e fundadora da Farm Sanctuary (uma ONG de proteção dos animais), começou a incentivar a porquinha a desenhar. Ela usou o mesmo mecanismo usado por adestradores de cães, a recompensa com petiscos. E a coisa começou a funcionar.

PUBLICIDADE

Logo, a porquinha foi batizada de pigcasso e suas obras são classificadas como “expressionismo abstrato”. Os quadros estão disponíveis no site da galeria e também fizeram parte de uma amostra na exposição Oink! A primeira exposição aconteceu na Cidade do Cabo, mas logo deve seguir para outras partes do mundo como Londres, Berlim, Paris e Amsterdã.

PIC BY JOANNE LEFSON / CATERS NEWS - (PICTURED: Pigcasso the painting pig.) - A pig who was destined to become a pork chop was saved from the slaughter house and has now become an artist. The pig appropriately named Pigcasso is thought to be the worlds only painting pig. She is rarely seen without a paintbrush and spends her most of her time at an easel overlooking the beach in Cape Town. Pigcasso was originally bred to be slaughtered at a pig farm in South Africa but was rescued at just four-weeks old, by her now owner, Joanne Lefson. Upset by the squalid conditions she was kept in, Joanne took pity on the piglet and decided to save her bacon. - SEE CATERS COPY

Os lucros são investidos na manutenção da  ONG Farm Sanctuary e também em campanhas de conscientização sobre o direito dos animais.

PUBLICIDADE