Buraco negro tem massa equivalente a 660 milhões de Sóis

buraco-negro

Provavelmente você já ouviu falar de buracos negros em algum momento da sua vida. Grosso modo, achamos que eles são grandes aspiradores cósmicos que vão absorver qualquer coisa que se aproxime. Isso é verdade, mas não é bem assim. Estrelas de órbita estável e que mantenham certa velocidade dificilmente serão engolidas pelo buraco.

Mas o que é o tal buraco negro? Esses buracos, em geral, se formam quando a matéria se condensa pelo efeito da gravidade – muito comum acontecer depois de explosões estelares. E uma das maiores dificuldades dos cientistas sempre foi medir esses buracos, uma vez que eles tem capacidade de sugar até a luz.

Essa é a grande novidade. Liderados por Aaron J. Barth, um grupo de cientistas conseguiu mensurar um buraco negro massivo localizado no centro da galáxia NGC1332 – isso tudo a 73 milhões de anos-luz da Terra – através do ALMA (Grande Conjunto Milimétrico/Submilimétrico de Atacama), o maior projeto astronômico do mundo, localizado  no Chile. O ALMA possui 66 antenas e está a 5 mil metros de altitude no Chile.

O buraco negro da galáxia NGC1332 possui massa equivalente a 660 milhões de Sóis – o  sol, por sua vez, possui 333 mil vezes a massa da Terra. O Buraco possui ainda uma nuvem de gás que o circunda a 1,7 milhões de quilômetros por hora.

Conheça um pouco do que é o ALMA: