5 Sons estranhos do fundo do mar que não tem explicação

bloop_noaa_big

Há décadas somos capazes de gravar, ampliar, recuperar e modificar sons e imagens. É certo que durante todo esse tempo, muitas coisas já ouvimos e fomos capazes de descobrir o que eram. Mas e aquilo que até hoje não sabemos? No oceano, muitas coisas ainda intrigam pesquisadores. A seguir, confira uma lista com 6 gravaçóes sinistras que seguem sem explicação.

1. “Slow Down”

Gravado em 1997, para alguns pesquisadores, o áudio nada mais é que o som de um iceberg encalhando. Outros acreditam que se tratava de uma lula gigante. O som recebeu esse nome porque vai diminuindo gradualmente durante a gravação.

2. Upsweep

Um som submarino captado pela SOSUS – uma rede de vigilância – em 1991, em algum lugar entre a Austrália e a América do Sul. Alguns cientistas acreditam que se trata de uma atividade vulcânica, mas nada nunca foi comprovado.

3. Whistle

Em julho de 1997, o NOAA (agencia federal dos Estados Unidos que estuda e avalia a condição da atmosfera e os oceanos) gravou um som, cujo a origem nunca foi identificada.

4. Bloop


Também em 1997, o NOAA registrou outro som incomum vindo do fundo do mar. Um sinal superpoderoso em baixa frequencia.

5. Julia

Esse som foi gravado em 1999, na zona equatorial do oceano Pacífico.

6. Train

Esse som foi registrado em 5 de março, de 1997. De acordo com o NOAA, o barulho foi  causado pela movimentação um enorme iceberg.